Sonata Patética de Beethoven - 2º movimento (Adágio)

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Meu Deus, como é triste ver vídeos e fotos destes conflitos entre Turquia e Síria, perceber o terror estampados nos semblantes infantis causados pela insensibilidade de alguns poderosos, principalmente quando já sentimos de perto a presença do Natal...

 

 Resultado de imagem para imagens de crianças chorando na guerra da síria e turquia

 Riqueza de uns, tristezas de outros...

 

 Estive pensando muito a respeito da violência que tem assolado o mundo nestes últimos tempos. É incrível verificar como o homem tem regredido e se transformado numa besta irracional e terrivelmente cruel, a despeito de tanta “religiosidade” que diz ter e que invade seu coração de pedra.

Várias imagens e vídeos têm sido postados na internet estampando a covardia a toda a prova que vem efetuando uma verdadeira chacina no Oriente, principalmente no conflito que envolve Turquia e Síria.

Ao que parece, o fanatismo religioso e a avidez por aquisição de riquezas têm sido responsáveis pela maioria das guerras que exterminam vários países ao redor do mundo. Nações inescrupulosas, que colocam a ambição e sede de poder em primeiro plano, estão manipulando grupos e instigando uns contra os outros, propositalmente com o objetivo sórdido de apoderar-se econômica e politicamente destas regiões. Sem o mínimo sentimento de compaixão ou consideração pelo ser humano, o que mais importa a estes celerados é acumular riquezas infinitamente, coisa insana e pequena que os transforma em seres vis, mesquinhos, tremendamente poderosos, mas que usam a tecnologia de maneira avessa ao bem comum e a paz entre os cidadãos.

Causa nojo verificar nas imagens estampadas nos jornais e revistas a maldade causada pelas explosões de mísseis, bombas e outras pragas criadas com a intenção de fazer um verdadeiro genocídio, muito maior do que o da segunda guerra mundial: crianças correndo pelas ruas, desesperadas e feridas à procura de seus pais, muitas vezes não os encontrando jamais; são rostos infantis marcados pelo amadurecimento precoce à custa do sofrimento que passam neste verdadeiro inferno que os conflitos armados causam à população, onde cidades inteiras são destruídas, desoladas, transformadas em  verdadeiros desertos, amontoados de pedras e pó, sangue e morte por todo o canto. Imagina-se o trauma que estes pobres seres carregarão pelo resto de sua existência por perderem sua família inteira, passando toda a sorte de dificuldade, falta d’água, alimento, lar, carinho...

De toda esta maldita conjuntura que mais parece um sonho sinistro, surgem os loucos matadores, facilmente manipuláveis,  que oferecem a própria vida, para efetuar a vingança, na figura de homens-bomba, terroristas e toda a sorte de pessoas possuídas pelo ódio infinito, a ira contra seu próprio par com o qual não se identifica mais...

Dessa forma, o objetivo que move os povos maltratados é o desamor, a descrença no ser humano e a vontade infinita de revidar, matando, exterminando da mesma forma com que foram exterminados e são tachados de loucos, cruéis, terroristas...

É preciso se colocar no lugar desses pobres desgraçados para poder entendê-los; sem sair de suas terras, veem-se, de repente, sem teto, sem alimento, sem família, sem condições de levar em frente sua própria vida...

Quando líderes como o embaixador russo são assassinados brutalmente, o mundo se choca, muitas vezes, se revolta contra tal atitude, porém, é necessário entender o outro lado da moeda, o que impulsiona estas atitudes violentas, a falta de respeito e de ética que vem predominando no comportamento humano.

Certamente, ninguém pode ser capaz de ficar insensível a tanta maldade e destruição que fabrica diariamente milhões de refugiados, doentes e mutilados, morte de inocentes,  órfãos, psicopatas.

Roguemos a Deus, em sua bondade infinita, que possa interferir nessa disputa desigual e desonesta, fazendo com que uma luz desça do céu e clareie estas mentes inescrupulosas e ávidas por dinheiro, fazendo-as retroceder e entendendo  que a maior riqueza é a paz de espírito e o amor entre os homens.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um imenso prazer poder compartilhar a sua gentil opinião sobre o assunto tratado. É através da discussão saudável que a real democracia e liberdade de pensamento podem ser concretizadas.